“Uma vitória dos direitos humanos, sociais e um avanço no campo da cidadania e da dignidade das pessoas para o povo de Arcoverde”. Com essas palavras, o vereador Weverton Siqueira, o Siqueirinha (PSB), comemorou a aprovação, na sessão ordinária na noite de ontem, segunda-feira (07.10.2019), da Câmara de Vereadores de Arcoverde, no Sertão do Moxotó, do projeto de lei de sua autoria que reconhece a Visão Monocular como deficiência visual no âmbito municipal.

Numa explicação bem direta, a Visão Monocular é a cegueira total ou parcial de um dos olhos. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a Visão Monocular é caracterizada quando o paciente com a melhor correção tiver visão igual ou inferior a 20/200, neste caso é utilizado o termo “cegueira legal”. Assim, o deficiente que possui Visão Monocular tem a visão bastante reduzida de um olho, o que já configura a perda tanto da estrutura, quanto da função fisiológica e anatômica.

As pessoas com Visão Monocular apresentam dificuldades de várias naturezas, como o comprometimento da coordenação, gerando colisão com objetos ou pessoas. Elas também enfrentam dificuldade para subir e descer escadas; atravessar ruas; dirigir; praticar vários esportes e as atividades da vida diária que requerem a visão de profundidade e a visão periférica. As atividades mais afetadas são as que exigem o trabalho a curta distancia dos olhos, como cabeleireiros, esteticistas, mecânicos, costureiros, motoristas de ônibus etc. Ou seja: atividades que precisam de visão correta nos dois olhos ou visão clara de profundidade.

O projeto de lei municipal de autoria do Vereador Siqueirinha, aprovado ontem, vai ao encontro e segue em sintonia com a Lei Estadual Nº 15.576, aprovada em 2015, na Assembleia Legislativa de Pernambuco – ALEPE. “Esse era um pedido de vários arcoverdenses e suas famílias, que sofrem muito com esse problema da Visão Monocular. A aprovação do nosso projeto de lei chega para fortalecer um direito legítimo, de amplo reconhecimento nos âmbitos estadual, nacional e até internacional”, concluiu o vereador do PSB.