Nem mesmo pneu gasto tira vitória de Lewis Hamilton

Mário Camargo – NOTIBRAS (Foto:Reprodução)

 

Lewis Hamilton sofreu com os pneus da sua Mercedes no final da prova, mas nem por isso eixou de conquistar a vitória no GP de Mônaco de Fórmula 1, neste domingo. Pneus, aliás, foram os problemas de Charles Leclerc. que foi onbrigado a abandonar a corrida.

 

Na pista deu Hamilton, Max Verstappen (RBR) e Sebastian Vettel (Ferrari) na bandeirada de chegada. Mas quem ficou com o terceiro lugar no pódio foi Valteri Bottas que, mesmo chegando em quarto, ganhou a posição de Verstappen, punido com a perda de 5 segundos por ultrapassagem perigosa nos boxes.

 

O certo é que mesmo correndo abaixo dos padrões da Mercedes e diante de dificuldades com pneus que geraram uma série de reclamações via rádio, o inglês Lewis Hamilton segurou seus adversários, liderou de ponta a ponta e venceu a sexta etapa da temporada 2019 da Fórmula 1.

 

O pentacampeão venceu pela quarta vez na temporada e aumentou sua vantagem na liderança do campeonato em relação ao companheiro Valtteri Bottas. Quem se deu mal foi Leclerc. O acidente em que ele esteve envolvido colocou o safety-car na pista durante a limpeza e vários pilotos foram aos boxes, que teve congestionamento na saída. Mas um novo pneu furado tirou o piloto da Ferrari de vez da prova.

 

Foi justamente no retorno à pista, durante o safety-car, que Verstappen tocou no carro de Bottas e ganhou a segunda posição. Bottas ainda parou de novo para trocar pneus e perdeu mais uma posição. Após alguns minutos a organização confirmou punição de cinco segundos para Verstappen por deixar os boxes de maneira insegura.

Categoria:O mundo é notícia