Com saída dos médicos cubanos, Prefeitura de Manarí está remanejando serviços

A gestão municipal recebeu com preocupação a notícia da saída repentina dos profissionais cubanos do Programa Mais médicos, deixando a rede municipal de saúde com dificuldade para atender as demandas por serviços médicos nos territórios urbano e rural.


Quatro médicos cubanos atendiam na cidade: Yudixa Rosabal Castillo, Carmen Aylen Abreu Mustelier, Russlan Cabrales Rodriguez e Daimelis Rodriguez Cardona. O prefeito do município fez questão de agradecer e elogiar os serviços prestados pelos profissionais.


“O povo de Manarí é um povo que é grato pelo que é feito por ele. Reconhecemos a importância de tudo que eles fizeram pelo bem dos manarienses” Afirmou Van de Otaviano (PSDB).


Segundo a secretária de saúde Juciane Carvalho, os esforços estão concentrados em atender a população. De acordo com ela, de forma emergencial, para não deixar os postos sem atendimento os profissionais estão sendo remanejados.

“O prefeito determinou e nossa equipe está empenhada para encontrar uma solução até a chegada de novos profissionais.


No momento o atendimento diário na Unidade Mista João Paulo II será reforçado, inclusive com a entrega de prescrições para medicamentos controlados, a receita azul.” Informou Juciane, por telefone à nossa reportagem.

A população poderá pegar as receitas nas quartas-feiras no período da tarde e nas sextas-feiras, pela manhã.


A falta de cobertura do programa Mais médicos afeta mais de 10 mil pessoas em Manarí.

Categoria:O Sertão do Moxotó é Notícia

Deixe seu Comentário