Estudante de escola rural de Arcoverde é selecionado para intercâmbio internacional

A prefeita de Arcoverde, Madalena Britto, está comemorando o êxito do estudante da Escola Municipal Manoel Lumba de Oliveira que foi aprovado para fazer intercâmbio internacional do Programa Ganhe o Mundo – PGM. José Luiz Melo Nunes mora no distrito de Aldeia Velha. “Estamos muito orgulhosos pelo trabalho desenvolvido pela Secretaria de Educação e Esportes do Município. José Luiz é fruto deste trabalho e o desafio agora é multiplicar seu sucesso. Queremos muitos Luízes!”, defendeu Madalena.

 

O Programa foi criado pelo Governo de Pernambuco e seu objetivo é ofertar o ensino de uma língua estrangeira a alunos do Ensino Médio, preparando-os melhor para o mercado de trabalho. Os estudantes que apresentam melhor rendimento, através de uma prova escrita aplicada pela Secretaria de Educação do Estado, recebem a premiação de um intercâmbio internacional de quatro meses em um dos países participantes do programa. (Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Espanha, Chile, Argentina, Colômbia e Alemanha).

 

Em parceria com o Governo do Estado, o Ensino Médio é ofertado em duas escolas da rede municipal de Arcoverde: na Escola Manoel Lumba de Oliveira e Escola Severina Bradley. Em 2017, houve uma reunião entre a secretária de Educação de Arcoverde, Patrícia Padilha, e o coordenador do PGM, Joseilton Cavalcanti, que também é professor da rede municipal. Na ocasião, foram discutidas estratégias para levar mais oportunidades às comunidades rurais. O Programa foi apresentado e logo abraçado pela secretária, que forneceu total apoio.

 

As duas escolas tornaram-se participantes do PGM através das turmas que funcionam como anexo da Escola Antônio Japiassu. Os estudantes tiveram a oportunidade de estudar uma língua estrangeira. Na primeira seleção, não houve classificados de nenhuma escola municipal rural. Como houve a sobra de vagas para Língua Espanhola, a Secretaria de Educação Estadual divulgou um novo edital. Estudantes de todo o estado se inscreveram para a nova oportunidade.

 

Na ocasião, o estudante José Luiz estava bastante desanimado, pois não havia conseguido êxito na primeira seleção. Estava pensando em desistir. Foi quando a equipe da Escola Manoel Lumba entrou em ação para ajudá-lo. Todos lutaram juntos por Luiz e então ele seguiu firme em seu curso de espanhol e se submeteu a mais uma avaliação. Dessa vez, ele obteve êxito concorrendo com estudantes de diversas escolas em todo o estado de Pernambuco.

 

Para Patrícia Padilha, “fazer educação é levar as oportunidades a todos em todos os lugares. José Luiz é o primeiro aluno da zona rural e estudante de uma escola Municipal de Arcoverde a passar pela seleção do Programa. Novos horizontes esperam por esse jovem que tem uma história de superação. Ele é estudante do 2° ano da Escola Manoel Lumba, que é vinculada a Escola Antônio Japiassu. Estamos muito felizes por ele. De Aldeia Velha para o mundo”.

 

O Programa Ganhe o Mundo foi criado em 2011, na gestão do governador Eduardo Campos e instituído como política pública do Governo de Pernambuco, através da Lei Nº 14.512 de 7 de dezembro de 2011. O Programa, supervisionado e custeado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Educação de Pernambuco, visa ofertar a 25 mil alunos do ensino médio da Rede Pública do Estado de Pernambuco, de forma gratuita, um ano de curso intensivo de língua inglesa, espanhola ou alemã, no contra turno da escola, somando ao todo 324 horas/aula.

 

Além disso, é ofertado aos 1.100 melhores alunos participantes do curso de línguas uma oportunidade de intercâmbio internacional em escolas públicas ou privadas dos países parceiros que tenham como língua pátria o inglês, espanhol ou alemão. Este intercâmbio, com duração de um semestre letivo (por volta de 5 meses), é executado por empresas especializadas contratadas através de processo licitatório, com o objetivo de possibilitar o aprendizado de língua estrangeira para o desenvolvimento de habilidades e competências dos estudantes da Rede Estadual de Educação, tornando-os indivíduos com potencial competitivo para o mercado de trabalho e fomentar a integração família-escola-comunidade.

 

Em 2017, a língua alemã foi adicionada no programa, ainda como piloto, levando os cinco melhores alunos da região metropolitana e que cursam o curso de língua alemã nos Ginásios Pernambucanos.

Categoria:O Sertão do Moxotó é Notícia

Deixe seu Comentário